Última hora

Última hora

Tornado ataca fábrica da ILVA em Taranto

Em leitura:

Tornado ataca fábrica da ILVA em Taranto

Tamanho do texto Aa Aa

Uma desgraça nunca vem só para a siderúrgica italiana ILVA.

Depois do tribunal ter obrigado a fábrica de Taranto a parar de produzir, por culpa da poluição, agora foi um tornado a atacar essa mesma fábrica.

A tempestade deixou 20 operários feridos. A fábrica continua a funcionar, apesar de ter parado a produção, e ameaça fechar definitivamente.

A siderúrgica é acusada de causar a poluição por detrás de um nível anormal de ocorrências de cancro na região.

O tornado pode acelerar o fecho da fábrica. Deitou abaixo uma chaminé e um guindaste. Várias instalações ficaram destruídas. Há um operário que continua desaparecido.

Neste momento, a ILVA emprega 12.000 pessoas e dá emprego, indiretamente, a outras 8.000. Empregos postos em perigo pelo iminente fecho da fábrica, numa região já muito afetada pelo desemprego.

Além das instalações da ILVA, o tornado deixou um rasto de destruição em toda a cidade de Taranto, perto de Bari, no sul do país. O mau tempo está a fazer estragos por toda a Itália.