Última hora

Última hora

Escândalo do "News of the World" no Parlamento

Em leitura:

Escândalo do "News of the World" no Parlamento

Tamanho do texto Aa Aa

O escândalo do “News of the World” voltou à primeira linha da actualidade britância e esta quinta-feira foi o grande tema do Parlamento.

O debate assemelhou-se a uma partida de bilhar às três tabelas. David Cameron a dizer que estava seriamente preocupado, com o relatório de Lord Leveson, mas sem dizer o que pretende fazer.

Nick Clegg, o lider dos liberais, parceiro da coligação governamental, a dizer que o documento justifica medidas legislativas.

Ed Miliband, lider dos trabalhistas, quer que governo retire todas as consequèncias, do relatório.

O caso não vai acabar tão depressa. O advogado de muitas gente famosa que foi vítima dos métodos do “News of the World” diz que é necessária uma regulação da imprensa tabloide:

“Perante as irregularidades e perturbadoras evidências que os meus clientes forneceram para o inquérito, casos que os colocaram frequentemente nas mãos da imprensa, ao longo de muitos anos, é evidente a necessidade de um regulador forte e independente. É indiscutível. Só resta agora os políticos eleitos mantenham as suas promessas e deixem de lado as suas relações pessoais com os proprietários e os editores”.

O correspondente da Euronews em Londres quer saber “quem guarda os guardiões? A opinião pública e os políticos estão muito divididos sobre o próximo passo a dar, para regular melhor a imprensa. Se o assunto não for tratado com cuidado, pode mudar o modo de vida na Grã-Bretanha, para outro modelo, inimaginável”, conclui.