Última hora

Última hora

Praça Tahrir contra nova constituição egípcia

Em leitura:

Praça Tahrir contra nova constituição egípcia

Tamanho do texto Aa Aa

A oposição egípcia mobilizou-se contra o projeto de constituição aprovado esta sexta-feira no Parlamento, que inclui a Sharia, a lei tradicional islâmica, como principal fonte do Direito.

Embora este princípio já fosse invocado na constituição de Mubarak, o novo texto fundamental defende os princípios do Islão sunita, o que conta com a forte oposição dos movimentos laicos e cristãos. A praça Tahrir, no Cairo, palco das manifestações que deitaram abaixo o regime, levanta agora a voz contra o presidente Morsi.

O presidente defende-se: “No que toca às acusações de ditadura, eu estou com o povo egípcio. Sofri muito com a falta de liberdade e de democracia, com as ações da ditadura, os crimes contra a nação e a corrupção. Isso hoje não existe”, disse Morsi numa entrevista televisiva.

O projeto de constituição foi aprovado no parlamento, onde os partidos islâmicos têm a maioria, vai agora ser submetido ao presidente e vai depois a referendo.

A oposição liberal e laica a este texto conta com nomes como o do antigo líder da Agência Internacional da Energia Nuclear, Mohamed ElBaradei.