Última hora

Última hora

Egito referenda a Constituição a 15 de dezembro

Em leitura:

Egito referenda a Constituição a 15 de dezembro

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente do Egito marcou para 15 de dezembro o refendo constitucional.

A decisão foi anunciada pouco depois de a Comissão Constitucional lhe ter entregue o projeto.

A proposta foi terminada em tempo recorde. O presidente deu um prazo de dois meses à Comissão Constitucional.

Mas não foi preciso tanto. Em poucas horas a proposta estava pronta.

Nas ruas, a proposta é muito contestada:

“A constituição feita agora é incompleta, é uma constituição política, adaptada a um determinado grupo, não serve o interesse geral. Esta constituição não é nada, não beneficia o povo”

A contestação radica em duas questões. O projecto constitucional é inspirado pela lei islâmica e contém severas restrições à liberdade de imprensa e à liberdade religiosa – dizem os opositores de Morsi.

O protesto subiu de tom, depois de o presidente ter promulgado uma lei que lhe conferia amplos poderes.