Última hora

Última hora

Italianos fogem ao imposto sobre veículos

Em leitura:

Italianos fogem ao imposto sobre veículos

Tamanho do texto Aa Aa

No centro de Roma ou de outra qualquer cidade italiana circulam cada vez mais carros matriculados na Bulgária e na Roménia.

As autoridades compreenderam que não se trata de turistas, mas de italianos que dicidem assim escapar ao impostos sobre veículos de alta celindrada e multas de trânsito.

Os cofres do estado perdem milhares de euros com esta astúcia que, afinal nem sequer tem nada de ilegal.

“O carro não está registado no seu nome, mas para o caso não existe violação da lei”.

Graças às matrículas desses dois países os italianos compreenderam as vantagens desse sistema e deixam tentar-se.

Na Bulgária há um comércio lucrativo em torno desta actividade e as propostas que facilitam tudo não faltam:

“Eu ponho-te em contacto com um cigano em Sofia Por 100 ou 200 euros registamos o carro no nome dele depois tu partes e podes usá-lo como quiseres, sem problema”.

Na internet os sitios são cada vez mais numerosos a propor este tipo de serviços e começam já a vender-se diretamente em Itália carros matriculados na Bulgária.

Em Itália a legislação obriga à legalizaçao de uma viatura comprada no estrangeiro num prazo maximo de um ano.

As multas para os que nao cumpre vai de 80 a 300 euros mas a grande maioria assume o risco e contorna a legislaçao.