Última hora

Última hora

Refugiados congoleses atacados por homens armados

Em leitura:

Refugiados congoleses atacados por homens armados

Tamanho do texto Aa Aa

Este campo de refugiados congoleses foi atacado na última noite por homens armados.

Os agressores não foram identificados, mas a hipótese dos autores serem os rebeldes do M23 não foi posta de parte.

Os homens levaram alimentos, roupa, dinheiro e terão, ainda, violado seis mulheres.

No campo de refugiados de Mugunga 3, situado a 10 quilómetros de Goma, vivem atualmente cerca de 30 mil pessoas. Um número que praticamente duplicou desde meados de novembro, altura em que os rebeldes rumaram em direção à cidade, capital da província do Norte Kivu na República Democrática do Congo.

O ataque ocorreu poucas horas depois dos homens do M23 terem abandonado Goma. A retirada mediada pelos países da região dos Grandes Lagos foi aceite pela rebelião em troca da abertura das negociações com o presidente congolês.