Última hora

Última hora

Egito: Confrontos entre manifestantes e polícia em frente do palácio presidencial

Em leitura:

Egito: Confrontos entre manifestantes e polícia em frente do palácio presidencial

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia egípcia disparou granadas de gás lacrimogéneo contra manifestantes reunidos em frente do palácio presidencial, no Cairo.

Os manifestantes, que conseguiram forçar os cordões de segurança, reclamavam a queda do regime em vigor.

A oposição convocou para hoje uma jornada contra o presidente Mohamed Morsi, depois de este ter reforçado os seus poderes, e ter ratificado o texto da constituição que irá ser submetido a referendo ainda este mês.

“A Irmandade Muçulmana transformou-se num partido corrupto. Querem impor as leis deles ao povo egípcio. É por isso que estamos aqui”, disse um dos manifestantes.

Segundo fontes próximas da presidência, Mohamed Morsi terá abandonado o palácio presidencial.

Ex-dirigente da Irmandade Muçulmana, o chefe de Estado egípcio é confrontado com sucessivas vagas de descontentamento desde a promulgação a 22 de novembro de um decreto que proíbe qualquer contestação a decisões presidenciais.

Morsi também ratificou o texto de uma nova constituição elaborado por uma assembleia dominada por islamitas que será referendado no dia 15.