Última hora

Última hora

Japão: Arrancou a campanha eleitoral para as legislativas antecipadas

Em leitura:

Japão: Arrancou a campanha eleitoral para as legislativas antecipadas

Tamanho do texto Aa Aa

No Japão iniciou-se a campanha para as eleições legislativas antecipadas a que concorrem 12 partidos e cerca de 1500 candidatos.

Sendo a energia nuclear e a economia pontos-chave nas eleições de 16 de dezembro, os líderes dos principais partidos visitaram a região de Fukushima afetada pela crise nuclear despoletada pelo tsunami de 11 de março de 2011.

Yoshihiko Noda discursou em Iwaki, cidade a sul do complexo nuclear devastado.

“Ao começar aqui, reafirmamos a nossa crença de que a reconstrução do Japão não é possível sem a reconstrução de Fukushima. Queremos dar início ao renascimento do Japão”, afirmou o líder do Partido Democrático do Japão.

Shinzo Abe, do Partido Liberal Democrata, discursou na cidade Fukushima, a cerca de 50 quilómetros da central de Fukushima Daiichi.

“Procuraremos recuperar Fukushima, uma zona de desastre, o mais breve possível. Criaremos um Japão, para que quem cá nasça sinta alegria e recuperaremos uma nação onde os nossos filhos terão orgulho de ter nascido. Peço-vos que nos ajudem”, disse Abe.

O Partido Liberal Democrata está à frente nas sondagens, mas é referido como tendo poucas hipóteses de ganhar a maioria na câmara baixa do parlamento. Os cenários traçados apontam para um governo de coligação.

As sondagens indicam também que 40 por cento dos eleitores ainda não decidiu em que partido vai votar.