Última hora

Última hora

TGV: italianos retidos na fronteira

Em leitura:

TGV: italianos retidos na fronteira

Tamanho do texto Aa Aa

Muitos italianos chegaram de autocarro à cidade de Lyon para dizer não à ligação ferroviária entre França e Itália, mas podiam ter sido mais.

Essa é pelo menos a garantia dada por alguns manifestantes que dizem ter ficado retidos na fronteira franco-italiana durante cerca de 10 horas.

O protesto reuniu pouco mais de 150 pessoas, um número suficiente para lembrar o que está em causa:

“É um projeto inútil que vai custar 24 mil milhões de euros só em infraestruturas. Este dinheiro não podia ser usado de outra forma em tempos de crise? Esta é uma questão que qualquer cidadão vigilante tem o direito a colocar” afirma um mulher.

Os custo energéticos e ambientais são outros dos argumentos apresentados pelos opositores do projeto que prometem continuar a fazer-se ouvir.