Última hora

Última hora

Com a noite, aumenta a tensão no Egito

Em leitura:

Com a noite, aumenta a tensão no Egito

Tamanho do texto Aa Aa

Com a chegada da noite, aumenta a tensão no Egito, entre os apoiantes e os detratores do presidente Mursi.

O primeiro-ministro, Hisham Kandil, já fez um apelo à calma para promover o diálogo nacional.

Pelo menos duas pessoas terão morrido na sequência dos confrontos entre os dois campos frente ao palácio presidencial, uma notícia que levou três conselheiros presidenciais a apresentarem demissão.

Uma manifestação de apoio a Mohamed Mursi, promovida pela Irmandade Muçulmana coincidiu, frente ao palácio presidencial, com um contraprotesto organizado por vários partidos da oposição de esquerda.

Esta noite, as forças policiais tentam colocar uma barreira para separar os dois campos.

Em várias cidades do país, as delegações do Partido da Liberdade e da Justiça, o braço político da Irmandade Muçulmana, foram incendiadas.