Última hora

Última hora

BCE: Recessão na zona euro deverá prolongar-se em 2013

Em leitura:

BCE: Recessão na zona euro deverá prolongar-se em 2013

Tamanho do texto Aa Aa

A recessão económica na zona euro deverá prolongar-se em 2013, segundo o Banco Central Europeu (BCE).

Na última reunião do ano, o BCE manteve as taxas de juro inalteradas mas baixou as previsões de crescimento quer para este quer para o próximo ano.

No dia em que o Eurostat confirmou oficialmente a entrada da zona euro em recessão no terceiro trimestre, o presidente do BCE destacou: “A fragilidade económica da zona euro deverá prolongar-se no próximo ano, sobretudo, se a incerteza persistente continuar a pesar sobre a atividade económica. Nos finais de 2013 a economia deverá recuperar gradualmente. O reforço da procura mundial, a nossa política monetária acomodativa e a melhoria da confiança dos mercados financeiros deverão repercutir-se na economia”.

Para este ano, o BCE avança agora com uma contração de 0,5%. Para 2013 espera um recuo de 0,3%, quando em setembro apontava para um crescimento de 0,5%.

Só em 2014 é que a zona euro deverá crescer de novo, numa média de 1,2%.

O BCE vai continuar a fornecer liquidez aos bancos até junho de 2013, procurando que estes alimentem a economia real.

Inalteradas ficaram as taxas de juro. A de referência mantém-se no mínimo histórico de 0,75%.

Para este ano a inflação deverá situar-se nos 2,5% e baixar em 2013.