Última hora

Última hora

Egito: Prosseguem os confrontos nas ruas do Cairo

Em leitura:

Egito: Prosseguem os confrontos nas ruas do Cairo

Tamanho do texto Aa Aa

No Egito, os confrontos continuam entre os opositores e os apoiantes do presidente Mohamed Morsi. Quatro pessoas morreram nas últimas 24 horas.

O nosso correspondente, Mohammed Shaikhibrahim, está no terreno, onde a tensão é enorme. Alguns civis estão a usar armas de caça.

“Se são civis onde é que encontraram estas armas, estes cartuchos que estão a usar contra nós. Estão escondidos e só os encontrámos agora”, pergunta um apoiante do presidente, enquanto mostra um cartucho.

“Estamos a tentar aproximar-nos da linha da frente, para ver o que está acontecer ali…”, refere o nosso correspondente.

A revolta começou com o decreto que aumenta os poderes presidenciais e agudizou-se com a marcação de um referendo sobre a constituição para 15 de dezembro.

Muitos residentes do Cairo não percebem porque é que a polícia e o exército não restabelecem a ordem no país:

“O Islão não permite este tipo de atos. Estão a utilizar o nome do Islão, estão a usar as pessoas como cordeiros. Onde é que está o exército? O exército diz que protege a lei, mas na verdade estão apenas a proteger a Irmandade Muçulmana”, critica um opositor.

Mohammed Shaikhibrahim testemunha:
“Chegámos agora à linha da frente, entre os pró-Morsi e a oposição, estão mesmo aqui atrás de nós, alguns metros atrás. As pedras caiem de todo o lado, de ambos os lados e estão a começar a usar cocktails molotof e armas de fogo ligeiras. Estamos a ter dificuldades em chegar mais próximo dos elementos da oposição, por causa da proteção pesada que podem ver”.