Última hora

Última hora

Egito: Tensão antes da alocução do presidente

Em leitura:

Egito: Tensão antes da alocução do presidente

Tamanho do texto Aa Aa

O Cairo vive momentos de alta tensão. Depois de uma noite de violência nos arredores do palácio presidencial, o exército impôs um perímetro de segurança em redor da residência de Mohamed Morsi. Os confrontos da noite passada entre partidários e opositores do chefe de Estado fizeram pelo menos sete mortos e centenas de feridos. O Egito não vivia horas tão agitadas e violentas desde a queda de Hosni Mubarak em janeiro de 2011. Esta foi a primeira vez que o exército saiu à rua depois da revolução. Trata-se de uma unidade da guarda republicana que tem como missão principal a proteção do chefe de Estado.

Os militares exigiram a evacuação das ruas em redor do palácio presidencial. Os apoiantes de Mohamed Morsi abandonaram as proximidades da residência enquanto os opositores do presidente se reuniram numa praça situada a três centenas de metros do palácio. O presidente tinha previsto uma alocução ao país durante a tarde mas a comunicação foi adiada.