Última hora

Última hora

Agrava-se a situação no Egito

Em leitura:

Agrava-se a situação no Egito

Tamanho do texto Aa Aa

A oposição recusa participar do diálogo proposto pelo presidente Mohamed Mursi e a situação política no Egito, agrava-se.

Milhares de pessoas protestaram novamente contra o presidente islamita que desencadeou a crise com um decreto que lhe concede poderes alargados.

No dia em que foram a enterrar as vítimas dos confrontos de quarta-feira a tensão voltou a estar ao rubro no Cairo.

Os funerais de vários dos falecidos, que, segundo a Irmandade Muçulmana, eram partidários do presidente, foram organizados na mesquita Al-Azhar do Cairo, com a presença de Mohamed Badie, Guia Supremo do grupo ao qual o presidente pertence.

A oposição exige também que seja abandonado o referendo do proximo dia 15 sobre o projeto de Constituição.