Última hora

Última hora

Oposição síria não acredita que Assad use armas químicas

Em leitura:

Oposição síria não acredita que Assad use armas químicas

Tamanho do texto Aa Aa

O líder da oposição síria não acredita que o regime de Bashar al Assad use armas químicas no conflito.

Ahmed Moaz al-Khatib foi recebido esta segunda-feira pelos ministros dos negócios estrangeiros da União Europeia em Bruxelas.

O líder islâmico, eleito em novembro presidente da Coligação Nacional das Forças da Oposição e da Revolução síria, acredita que os combates ainda podem piorar mas sublinhou que Assad “usa a ameaça para assustar a população mas não vão ser usadas armas químicas”.

Al-Khatib espera também que a União Europeia reconheça oficialmente a oposição síria. Uma resposta final deve ser dada na conferência dos chamados amigos da Síria, que decorre esta quarta-feira em Marraquexe, em Marrocos.

À chegada à reunião, o ministro dos Negócios Estrangeiros britânico, William Hague, sublinhou ainda as espectativas da União Europeia para a oposição síria: “Queremos que fique bem claro o compromisso da Coligação Nacional com todos os princípios com os quais o regime de Assad não se compromete: direitos humanos, lei humanitária internacional, democracia e liberdade para o povo da Síria”