Última hora

Última hora

Bancos britânicos aceitam acordos com EUA e evitam processos por branqueamento de capitais

Em leitura:

Bancos britânicos aceitam acordos com EUA e evitam processos por branqueamento de capitais

Tamanho do texto Aa Aa

Standard Chartered vai ter de pagar um total de 670 milhões de dólares – mais de 500 milhões de euros – aos Estados Unidos.

Este é o resultado do acordo financeiro alcançado pelo banco britânico e pelas autoridades norte-americanas e que duplica o inicialmente previsto.

Washington acusa o banco de lavagem de dinheiro e de ter feito transitar pelos Estados Unidos, capitais vindos de países sancionados, como o Irão, Myanmar, o Sudão ou a Líbia.

Acusações que o Standard Chartered sempre negou.

Bem mais elevado é o montante do acordo que o HSBC aceitou. Este outro banco britânico, igualmente na mira das autoridades norte-americanas por alegada cumplicidade no branqueamento de capitais, aceitou pagar mil e 900 milhões de dólares (o equivalente a mil e 400 milhões de euros), para evitar um processo em Justiça.