Última hora

Última hora

Governo classifica violência em Belfast como "desprezível tentativa de assassinato"

Em leitura:

Governo classifica violência em Belfast como "desprezível tentativa de assassinato"

Tamanho do texto Aa Aa

Uma “desprezível” tentativa de assassinato, é assim que a secretária de Estado britânica para a Irlanda do Norte considera a violência desta noite, em Belfast.

Um veículo da polícia à civil, dentro do qual havia agentes de guarda a uma deputada do partido Alliance, ameaçada de morte, foi atacado e incendiado.

Felizmente, ninguém morreu, mas como diz Matt Baggott, chefe da polícia da Irlanda do Norte: “Houve, claramente, uma tentativa de assassinato.” E acrescentou: “Estou furioso e triste, porque estão a pôr em risco o futuro dos jovens e apelo à união de todos para acalmar a situação.”

A situação começou a incendiar-se quando a assembleia municipal de Belfast decidiu, no passado dia três, que a bandeira britânica só seria içada 17 dias por ano, no edifício autárquico, o que provocou a fúria dos realistas.

Desde então foram bloqueadas várias ruas e lançados cocktails Molotov contra a polícia, tendo-se registados vários feridos.