Última hora

Última hora

Egito: diálogo suspenso antes mesmo de começar

Em leitura:

Egito: diálogo suspenso antes mesmo de começar

Tamanho do texto Aa Aa

O diálogo entre oposição e o presidente volta a estar suspenso, no Egito, depois da televisão pública ter anunciado o adiamento da reunião, marcada para esta tarde no Cairo, sem avançar uma nova data.
 
O anúncio ocorre depois da oposição liberal ter anunciado que vai fazer campanha pelo “não” no referendo constitucional, em vez de apelar a um boicote.
 
As discussões previstas para hoje, promovidas pelo exército, excluiam a questão da nova constituição que inflama os protestos da oposição há três semanas.
 
Um manifestante afirma que, “Morsi perdeu a legitimidade como Mubarak. Há uma barreira de sangue que nos separa. A irmandade muçulmana está a prostituir-se politicamente, quer a nível nacional como internacional com ‘negociatas’ e traições”.
 
Apoiantes e detratores do presidente Mohamed Morsi voltaram ontem a descer às ruas, no Cairo e Alexandria, para defender ou atacar o referendo constitucional.
 
O presidente decidiu convocar a consulta em duas etapas, nos dias 15 e 22 de dezembro, face ao boicote dos magistrados.