Última hora

Última hora

Ex-líder do CNT líbio impedido de abandonar o país

Em leitura:

Ex-líder do CNT líbio impedido de abandonar o país

Tamanho do texto Aa Aa

Na Líbia, procuradores-gerais militares ordenaram a Mustafa Abdel Jalil para não sair do país.

A decisão surgiu após o ex-líder do Conselho Nacional de Transição ter sido interrogado sobre o assassinato do coronel Abdel Fattah Younes, ex-ministro do Interior de Muammar Kadhafi que desertou para os rebeldes, morto por homens armados na cidade de Bengasi em julho de 2011.

A morte de Younes contribuiu para o agravamento da instabilidade que o país atravessa.

Mustafa Abdel Jalil é acusado de abuso de poder e de fragmentar a unidade nacional.

Até agora 13 pessoas foram oficialmente acusadas da morte de Younes.

O julgamento do caso está marcado para o dia 20 de fevereiro.