Última hora

Última hora

Srebrenica: Prisão perpétua para general Zdravko Tolimir

Em leitura:

Srebrenica: Prisão perpétua para general Zdravko Tolimir

Tamanho do texto Aa Aa

O Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia condenou o general sérvio-bósnio Zdravko Tolimir a prisão perpétua, pelo papel desempenhado no massacre de Srebrenica, em 1995.

Zdravko Tolimir, atualmente com 64 anos, foi julgado por genocídio e crimes de guerra e contra a humanidade, cometidos durante a guerra da Bósnia.

Os juízes consideravam que os crimes nos quais participou foram “em massa, em termos de escala; severos, no que toca à intensidade; e devastadores, no que respeita aos efeitos.”

Tolimir foi considerado culpado de genocídio, conspiração para cometer genocídio, violação das leis e dos costumes da guerra e crimes contra a humanidade, incluindo extermínio.

Considerado o braço direito do comandante sérvio-bósnio Ratko Mladic – que também responde atualmente perante o TPI – Zdravko Tolimir foi detido em 2007 na fronteira entre a Sérvia e a república Srpska, na Bósnia.