Última hora

Última hora

Ucrânia: confrontos no parlamento adiam recondução do primeiro-ministro

Em leitura:

Ucrânia: confrontos no parlamento adiam recondução do primeiro-ministro

Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento ucraniano vai voltar a reunir-se, esta manhã, para tentar aprovar a recondução do primeiro-ministro Mykola Azarov.

Um voto marcado, ontem, por confrontos entre deputados do partido do governo e da oposição, durante a primeira sessão do hemiciclo após as legislativas de 28 outubro.

A decisão de dois deputados da oposição de apoiarem a nomeação de Azarov levou vários representantes da formação de extrema-direita Svoboda, a tentarem bloquear o acesso dos dois “rebeldes” ao hemiciclo.

Os membros do Svoboda serraram ainda simbolicamente a vedação do parlamento, num gesto destinado a “abrir as portas do hemiciclo ao povo”.

Apesar da oposição ter saído reforçada do escrutínio, o Partido das Regiões, no poder, deverá conseguir reeleger o primeiro-ministro, graças ao apoio dos comunistas e de alguns deputados dissidentes da oposição.

O dia de ontem foi marcado ainda por um protesto do movimento “Femen”, para denunciar a corrupção entre os deputados.

O primeiro dia da nova legislatura é reflexo de um parlamento onde os três partidos da oposição controlam agora mais de um terço dos assentos.