Última hora

Última hora

Emprego e inflação caem na zona euro

Em leitura:

Emprego e inflação caem na zona euro

Tamanho do texto Aa Aa

A zona euro viu reduzir o número de pessoas com emprego no terceiro trimestre. Devido ao impacto da crise da dívida, no verão, o emprego recuou 0,2%. Em termos anuais, a queda ascende a 0,7%, com o setor da construção é o que mais empregos destruiu.

Portugal e Espanha registam a segunda maior queda, com um recuo anual de 4,1%. Pior só a Grécia, onde o emprego caiu quase 9%.

O Eurostat revelou também a segunda estimativa da inflação. Em novembro, na zona euro, a taxa recuou três décimas para os 2,2%, contra 3% há um ano.

Em Portugal, a taxa ficou nos 1,9%, abaixo do limite de 2% fixado pelo Banco Central Europeu.

Devido às medidas de austeridade e o desemprego recorde, os europeus estão a reduzir as despesas, sobretudo, em restaurantes, hotéis, transportes e divertimento.