Última hora

Última hora

Juízes em protesto organizado no Egito

Em leitura:

Juízes em protesto organizado no Egito

Tamanho do texto Aa Aa

No Egito, juízes e procuradores reuniram-se para protestar contra as decisões do presidente sobre as emendas constitucionais e contra a transferência arbitrária de um magistrado após ter recusado prender alguns dos manifestantes que participaram em manifestações.

“Este debate deve ser tido no interior do tribunais é aqui que as discussões devem ser feitas sobre as decisões do presidente e não deve ser pemitido aos juízes avaliar isoladamente este tipo de assuntos” refere o Presidente do Supremo Tribunal.

Para este analista, o poder dos juízes parece forte para conseguirem recusar participar no referendo. “Estão a protestar porque foram ignorados na tomada de decisões sobre a reforma da Constituição e porque foram atacados por algumas figuras políticas”.

Devido ao pequeno número de juízes que se comprometeram a fiscalizar o referendo constitucional o governo decidiu que a votação será dividida em dois dias 15 e 22 de dezembro.

No terreno o enviado da euronews fala da tensão que se vive no país depois das decisões tomadas que dividiram as bases da justiça. Para alguns peritos trata-se de uma fase, até que as pessoas possam exprimir o seu voto.