Última hora

Última hora

Estados Unidos de luto pelas vítimas do massacre

Em leitura:

Estados Unidos de luto pelas vítimas do massacre

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos estão em choque após um dos maiores massacres da história do país numa escola do Conneticut.

O presidente decretou quatro dias de luto nacional,
enquanto as autoridades tentam encontrar respostas para a razão que levou um jovem de 20 anos a matar, a tiro, 20 crianças e seis adultos.

O assassino, identificado como Adam Lanza, terá morto também a mãe, Nancy Lanza, uma antiga professora da Sandy Hook Elementary School e ter-se-à suicidado após o massacre.

Adam chegou à escola às 9.30 da manhã de sexta-feira, com duas armas de fogo, concentrou-se em duas salas de aula e começou a disparar. As crianças mortas tinham entre cinco e dez anos. Entre as vítimas estão também a diretora e a psicóloga da escola.

O presidente, Barack Obama, apelou à solidariedade dos americanos para com as famílias das vítimas e falou de medidas decisivas para evitar este tipo de tragédias no país:

“Pensamos nas famílias daqueles que perdemos e rezamos pelos pais dos que sobreviveram porque, ainda que abençoados por terem as suas crianças em casa, sabem que a inocência dos filhos lhes foi arrancada muito cedo. Temos que nos unir e tomar medidas significativas para evitar mais tragédias como estas, independentemente da política”.

Este massacre num estabelecimento de ensino está longe de ser o primeiro nos Estados Unidos e voltou a acender o debate sobre o controlo das armas nas mãos dos civis.

Em 2009, 31 mil pessoas foram mortas por armas de fogo nos Estados Unidos.