Última hora

Última hora

Vinte imigrantes clandestinos perdem a vida no Mar Egeu

Em leitura:

Vinte imigrantes clandestinos perdem a vida no Mar Egeu

Tamanho do texto Aa Aa

São já 20 as vítimas mortais do naufrágio de uma embarcação de imigrantes clandestinos no mar Egeu. Sete pessoas estão ainda desaparecidas.

O barco, proveniente da Turquia, afundou-se ao largo da ilha de Lesbos, na noite de quinta para sexta-feira . Os primeiros cadáveres foram encontrados na praia de Thermi.

As autoridades conseguiram encontrar um sobrevivente, um jovem de 20 anos que se encontra hospitalizado e revelou que a bordo da embarcação havia 28 pessoas.

Esta testemunha diz que assim que souberam que havia um problema com imigrantes, o clube de pescadores Poseidon ativou-se e continuam a tentar encontrar sobreviventes.

A nacionalidade e a idade das vítimas não foi revelada mas, segundo os media gregos, tratava-se essencialmente de homens jovens e de adolescentes.

Não só a Grécia, mas também a Itália é porta de entrada na Europa para os que procuram mudar de vida. Este sábado mais dois barcos trouxeram atè à ilha de Lampedusa 440 imigrantes provenientes do norte de África.

Os barcos foram intercetados durante a noite pela guarda costeira italiana. Os ocupantes das embarcações foram conduzidos para o centro de acolhimento de Lampedusa.