Última hora

Última hora

Depardieu: ator francês renuncia ao passaporte

Em leitura:

Depardieu: ator francês renuncia ao passaporte

Tamanho do texto Aa Aa

Gérard Depardieu não gostou das declarações do primeiro-ministro francês e vai renunciar ao passaporte.

Em causa estão as críticas feitas há dias por
Jean-Marc Ayrault à decisão do ator e realizador francês de mudar a residência fiscal para a Bélgica. Uma decisão que classificou como “patética” e “pouco patriótica.”

A resposta chegou este domingo numa carta aberta publicada pela imprensa nacional. Na missiva, Depardieu lamenta ter sido o único francês abastado alvo de insultos.

O ator de 63 anos que afirma ter pago aos cofres de Estado, até hoje, 145 milhões de euros decidiu abandonar a França depois de François Hollande ter anunciado um aumento de impostos para os mais ricos.

A população mostra-se dividida:

“Tal como o primeiro-ministro penso que é uma decisão patética” afirma um homem.

Outro acrescenta: “gostava de ser rico como ele.”

“Depardieu tem razão porque cada um é livre de decidir” refere uma mulher.

A casa do ator em Paris já está à venda, de acordo com agentes imobiliários, por 50 milhões de euros.

Depardieu junta-se, assim, a um clube de milionários – do qual faz parte Bernard Arnault, homem mais rico de França – que devido às vantagens fiscais rumaram em direção à Bélgica.