Última hora

Última hora

Egito: oposição denuncia fraudes no referendo constitucional

Em leitura:

Egito: oposição denuncia fraudes no referendo constitucional

Tamanho do texto Aa Aa

A oposição egípcia convocou uma nova manifestação para terça-feira, no Cairo, depois dos partidos islamitas terem anunciado um ligeiro avanço do “sim” no primeiro dia do referendo constitucional.

O partido da Liberdade e da Justiça, próximo da Irmandade Muçulmana e do presidente Mohamed Morsi afirma, no seu site internet, que 56.5% dos eleitores votaram a favor da proposta, no sábado.

Um anúncio rejeitado pela Frente de Salvação Nacional – que agrupa a oposição liberal e laica -que afirmou que, “não reconhecerá qualquer resultado não oficial”, antes da segunda etapa da consulta popular no próximo sábado.

As formações apelaram a uma nova jornada de protestos, amanhã (terça-feira), oficialmente para “denunciar fraudes eleitorais e rejeitar a nova constituição”.

Os protestos das últimas semanas tinham levado o presidente a suspender um polémico decreto, mas sem aceitar discutir as alíneas da nova constituição, inspirada na “charia”, a lei islâmica.