Última hora

Última hora

EUA: Caso Bengasi provoca quatro baixas no Departamento de Estado

Em leitura:

EUA: Caso Bengasi provoca quatro baixas no Departamento de Estado

Tamanho do texto Aa Aa

A revelação das falhas de segurança no consulado norte-americano de Bengasi provocou quatro “baixas” no Departamento de Estado.

O secretário adjunto da segurança diplomática, Eric Boswell, apresentou ontem a demissão e outros três funcionários foram suspensos das suas funções, um dos quais no gabinete do Médio Oriente.

Para o Almirante Mike Mullen, responsável do relatório que denunciou as deficiências e negligências, “nós concluímos que alguns altos responsáveis dos gabinetes do Departamento de Estado demonstraram uma falta de liderança e de capacidade de gestão na sua resposta aos problemas de segurança relativos às missões especiais no estrangeiro”.

O relatório acusava os responsáveis dos gabinetes da segurança diplomática e do Médio Oriente (sem citar nomes), de terem ignorado os apelos repetidos para reforçarem a segurança no consulado de Bengasi, entregue apenas a milícias locais.

Os republicanos exigem que a Secretária de Estado Hillary Clinton testemunhe frente ao congresso, num momento em que o seu número dois comparece hoje frente à comissão dos Negócios Estrangeiros das duas câmaras.

O ataque de 11 de setembro passado – considerado por Washington como um atentado terrorista – tinha provocado a morte do cônsul e de outros três cidadãos norte-americanos.