Última hora

Última hora

Rebeldes procuram cortar linhas de reabastecimento do exército sírio

Em leitura:

Rebeldes procuram cortar linhas de reabastecimento do exército sírio

Tamanho do texto Aa Aa

Os rebeldes continuam a ganhar terreno na Síria. Segundo os relatos, os guerrilheiros prosseguem os esforços para cortar as linhas de reabastecimento ao exército fiel a Bashar al-Assad.

21 meses após o início da revolta, o conflito continua sem fim à vista.

Os guerrilheiros da maioria sunita redobram os esforços para colocar um ponto final em quatro décadas de regime alauita.

A comissão de inquérito das Nações Unidas declarou esta quinta-feira que o conflito está a tornar-se mais “sectário” com as “forças do governo e as milícias que as apoiam a atacarem civis sunitas e relatos de grupos antigovernamentais a atacarem alauitas e outras comunidades da minoria pró governamental”. Neste cenário, uma reconciliação após o conflito surge cada vez mais como uma miragem.

Nas redes sociais, aparecem todos os dias novos vídeos do alegado sucesso dos rebeldes, seja a conquistar uma cidade ou a destruir tanques do exército sírio próximo de Damasco.

A guerra civil na Síria já matou mais de 40 mil pessoas, segundo as organizações de direitos humanos.