Última hora

Em leitura:

Cerimónias, encenações e turistas celebram a nova era maia


mundo

Cerimónias, encenações e turistas celebram a nova era maia

Chegámos ao fim… do ciclo previsto no calendário maia, que há cinco mil e duzentos anos estabeleceu o dia de hoje como o início de uma nova era. É uma data aproximativa, relembram vários especialistas, que até situam a transição mais perto do dia 23.

As cerimónias evocativas nos locais históricos da cultura maia multiplicam-se, como em Chichén Itzá, na península mexicana do Iucatão. Quanto ao cenário apocalíptico, cada um interpreta-o à sua maneira, como realçava um turista americano: “não espero que aconteça nada de mágico, mesmo se gostaria que acontecesse. Para mim, é uma data simbólica, por isso vim aqui, para assistir ao início de uma nova era de pensamento.”

Em Tikal, na Guatemala, este é um momento de protesto. Centenas de habitantes locais manifestaram-se contra o facto de terem sido excluídos das cerimónias oficiais, eles que se dizem da linhagem mais direta do povo maia.

Mas as encenações pré-colombianas prosseguiram nas ruínas dos monumentos que recordam esta mítica civilização que dominou um vasto território, desde o México até às Honduras.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

EUA: Republicanos abandonam "plano B"