Última hora

Última hora

David Cameron visita tropas no Afeganistão

Em leitura:

David Cameron visita tropas no Afeganistão

Tamanho do texto Aa Aa

David Cameron deslocou-se, esta quinta-feira, ao Afeganistão. O primeiro-ministro britânico que foi ao país para uma visita surpresa às tropas britânicas, na véspera do Natal, destacou que o ““elevado preço” pago pelo Reino Unido, no Afeganistão, não foi em vão.

Cameron anunciou que as tropas britânicas irão começar a retirar do país já no próximo ano.

“Depois de 2014 não haverá um número de tropas britânicas semelhante ao de agora. Não haverá tropas em combate e estamos aptos para reduzir os nove mil efetivos, que temos agora, de modo faseado até ao final de 2014,” informa o primeiro-ministro britânico.

O Reino Unido vai retirar, até ao final de 2013, cerca de 3800 dos 9000 soldados mobilizados no Afeganistão.

Os restantes 5200 saem até ao final de 2014, altura em que chega ao fim a missão de combate da NATO no Afeganistão.

O comandante Bob Bruce diz que “A insurreição ainda está lá, não desapareceu, mas não dita as coisas. As forças de segurança afegãs estão no comando. As pessoas gozam da proteção das suas forças de segurança. É, agora, apropriado que passemos cada vez mais o controlo para as mãos dos afegãos.”

A visita relâmpago de David Cameron ao Afeganistão acontece na altura em que decorrem negociações, em França, entre representantes do governo de Hamid Karzai, dos talibãs e das forças da oposição.

O objetivo é estabelecer bases para um futuro pacífico, no Afeganistão, após o fim da missão de combate da NATO, no final de 2014.