Última hora

Última hora

Doentes de sida reclamam medicamentos mais baratos

Em leitura:

Doentes de sida reclamam medicamentos mais baratos

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça indiana deve decidir o futuro da farmácia no terceiro mundo.

Em causa o direito de propriedade intelectual e patentes contra o direito dos pobres a medicamentos a preços acessíveis.

Ativistas dos médicos sem fronteiras e doentes de sida manifestaram-se hoje frente ao edifício do laboratório suiço Novartis, em Mumbai, para pedirem medicamentos mais baratos.

“Se eles (Novartis) obtiver aquilo que pretende, deixaremos de ter acesso a qualquer tipo de medicamentos. Quero dizer mesmo medicamentos comuns vão tornara-se muito caros para as pessoas. Eles estão a tentar suprimir estes vêm dos países desenvolvidos. Os produtores de genéricos indianos querem sair do negócio, para ganharem dinheiro. Todas essas multinacionais não se importam com o pobre, eles não se importam o bem estar das pessoas.”

A Novartis trava , desde 2006 com o governo indicano uma batalaha para obter a patente de vários medicamentos.

Ativistas alertam para o fato de que uma vitória para a multinacional suíça seria um precedente legal que irá por fim aos medicamentos vindos da Chida mais baratos e líder de genéricos.

Os 80% dos medicamentos contra a Sida no mundo em desenvolvimento vem da China.