Última hora

Última hora

Egito: segunda fase de referendo constitucional deverá confirmar vitória do "Sim"

Em leitura:

Egito: segunda fase de referendo constitucional deverá confirmar vitória do "Sim"

Tamanho do texto Aa Aa

Uma fraca afluência e um sentimento de inevitabilidade marcaram a segunda fase do referendo sobre o projeto de Constituição defendido pelo presidente egípcio.

Os números oficiais poderão só ser conhecidos na segunda-feira, mas representantes tanto da Irmandade Muçulmana, que apoia Mohammed Morsi, como da coligação opositora Frente de Salvação Nacional apontam para uma vitória do “Sim”.

O vice-ministro da Justiça defende que todos os que votaram “cumpriram o seu dever, saíram de casa para partilhar o sentimento de democracia e obter uma vida digna”. Abdul Megeed Mustafa frisou ainda que “os juízes, como tal, mantêm-se a equidistância dos que escolheram o ‘Sim’ ou o ‘Não’”.

Tal como na primeira fase, no passado dia 15 e na qual o projeto foi dado como aprovado com 57 por cento dos votos, a oposição denuncia fraudes. Se o texto for aceite a nível nacional, serão organizadas eleições legislativas no espaço de dois meses. Mas a adoção da nova Constituição não deverá pôr fim à crise, evidenciada por semanas de manifestações que refletem a profunda divisão da sociedade egípcia.

O correspondente da euronews, Mohammed Shaikhirahim, diz que “a fraca afluência na segunda fase do referendo parece indicar que os egípcios aceitam a nova Constituição como um dado adquirido”.