Última hora

Última hora

Lançamento norte-coreano poderia atingir os EUA

Em leitura:

Lançamento norte-coreano poderia atingir os EUA

Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Sul resgatou do mar os destroços de um lançamento feito pela Coreia do Norte, no passado dia 12, e tirou a seguinte conclusão: Pyongyang dotou-se da capacidade de projetar mísseis com um alcance superior a 10 mil quilómetros. Ou seja, passíveis de atingir, por exemplo, o território americano.

As autoridades norte-coreanas tinham anunciado um lançamento destinado a colocar em órbita um satélite meteorológico. Desde 2006 que enfrentam uma série de sanções devido aos ensaios de armamento. Mas os vizinhos do Sul consideram que o que aconteceu há duas semanas foi um teste de disparo de ogivas com cargas de meia tonelada.

Os especialistas do Ocidente são, no entanto, relativamente consensuais ao estimar que Pyongyang consegue desenvolver arsenal nuclear, mas ainda está muito longe de o poder articular com o lançamento de mísseis.

Em pleno processo de afirmação política, Kim Jong Un recebeu, num jantar, vários cientistas espaciais. Segundo o líder norte-coreano, “o mundo está em choque” com o poder demonstrado pelo seu país, que está a “castigar” os inimigos com um “martelo de ferro”.