Última hora

Última hora

Nigéria: Grupo radical islâmico reivindica rapto de cidadão francês

Em leitura:

Nigéria: Grupo radical islâmico reivindica rapto de cidadão francês

Tamanho do texto Aa Aa

O grupo radical islâmico Ansaru reivindicou o rapto do engenheiro francês Francis Colump. O cidadão foi capturado na localidade de Rimi, no norte da Nigéria.

Através de um comunicado, esta organização que luta para impor a lei islâmica na Nigéria, ameaçou mais ataques contra os interesses franceses.

O governo francês tem sido o principal impulsionador da resolução do Conselho de Segurança da ONU, para enviar uma missão militar e retirar o norte do Mali do controle dos extremistas vinculados à rede. O intuito é reunificar o país, que está em tumulto desde um golpe de Estado em março.

Num claro desafio à posição das Nações Unidas os radicais do grupo Ansar ad-Din, que colabora com Al-Qaeda nos países do Magreb, procedeu à destruição de vários monumentos classificados e locais santos em Timbuktu, locais que os radicais consideram profanos.