Última hora

Última hora

Síria: Missa de Natal tenta animar cristãos

Em leitura:

Síria: Missa de Natal tenta animar cristãos

Tamanho do texto Aa Aa

O Natal na Síria assume, pelo segundo ano consecutivo, um tom de tristeza. Mergulhado numa violenta crise há quase dois anos, com um conflito político que já provocou cerca de 44 mil mortos, o país onde vivem cerca de 2 milhões de cristãos voltou a não celebrar o Natal com as habituais decorações da quadra.

Ainda assim, na capital síria realizou-se na noite de domingo uma missa especial de Natal. “Estamos a distribuir prendas às famílias que tiveram de abandonar as suas casas por causa da guerra e tentar espalhar alguma alegria nestes momentos difíceis que se vivem na Síria. Se Deus quiser, vamos fazer pelo menos uma criança sorrir. Só isso já seria suficiente“afirma Merna Karwashan, uma das organizadores da singela celebração natalícia, que decorreu na igreja centenária de Zatioun, em Damascus.

Os cristãos sírios constituem cerca de 10 por cento da população no país. Fartos da guerra, uma boa parte deles apoia o regime de Bashar Al-Assad, por receio de uma vitória no conflito dos rebeldes de maioria islamita, o que poderia revelar-se no futuro um problema para os cristãos na Síria.