Última hora

Última hora

Violação em Nova Deli: Primeiro-ministro indiano apela à calma

Em leitura:

Violação em Nova Deli: Primeiro-ministro indiano apela à calma

Tamanho do texto Aa Aa

O Primeiro-ministro indiano Manmohan Singh apelou hoje à calma, depois de vários dias de manifestações contra a violação de uma estudante.

Numa declaração pública tenta amenizar a crescente onda de indignação pública, que levou a confrontos entre a polícia e manifestantes, em Nova Deli.

Singh enfrentou fortes críticas por permanecer em silêncio sobre o crime e prometeu ação contra o que apelidou como sendo um crime “monstruoso”.

Primeiro-ministro indiano Manmohan Singh: “A revolta contra este crime é justificada, mas a violência não serve nenhum propósito. Faço um apelo a todos os cidadãos que mantenham a paz e calma. Garanto-vos que vamos fazer todos os esforços possíveis para garantir a segurança das mulheres no país.”

A jovem estudante foi brutalmente violada por seis homens dentro de um autocarro e continua hospitalizada. Os protestos no país reclamam mais segurança para as mulheres e penas mais severas para os agressores que, muitas vezes, permanecem impunes.