Última hora

Última hora

Síria: Mediação internacional sem avanços no processo de paz

Em leitura:

Síria: Mediação internacional sem avanços no processo de paz

Tamanho do texto Aa Aa

O enviado especial à Síria pela ONU e pela Liga Árabe esteve reunido esta segunda-feira uma vez mais com Bashar al-Assad. Lakhdar Brahimi disse ter debatido com o líder do regime sírio várias propostas para parar a guerra.

A verdade, porém, é que os avanços rumo à paz têm sido escassos e nenhum dos lados em confronto na região mostra abertura para negociar com o adversário.

O Kuweit, entretanto, anunciou para janeiro a realização de uma conferência internacional. O emirado pretende ver discutida entre a comunidade internacional a crise humanitária que tem vindo a agravar-se na Síria.

As forças rebeldes, terreno, dizem, por sua vez, que o regime de Bashar al-Assad está a alvejar civis. A mais recente acusação reporta um ataque na região de Ohms com gás venenoso. Além de mortos, o gás deixou ainda várias pessoas em estado crítico.

Imagens recolhidas, por fim, esta segunda-feira revelam intensos combates entre rebeldes e forças fiéis a Bashar al-Assad em Aleppo, no norte do país. Face ao aumento das forças de oposição – com intervenção inclusive da Al-Qaeda -, o regime de Damasco tem evitado o confronto direto, previligiando o uso de snippers e o bombardeamento da região com artilharia pesada.

O resultado é um cenário de destruição e a ideia de que estará ainda bem longe o fim a guerra civil que desde há quase dois anos tem vindo a arrasar a Síria e a ameaçar a estabilidade do mundo árabe.