Última hora

Última hora

Índia: abertura de inquérito especial a violação coletiva em Nova Deli

Em leitura:

Índia: abertura de inquérito especial a violação coletiva em Nova Deli

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades indianas anunciaram a abertura de um inquérito especial à violação coletiva de uma estudante de 23 anos, no passado dia 16.

O caso chocou o país e provocou uma vaga de protestos denunciando a fraca atenção da Justiça indiana aos crimes contra as mulheres no país, manifestações que degeneraram várias vezes em violência, resultando nomeadamente na morte de um polícia em Nova Deli.

Um juiz reformado vai dirigir a comissão de inquérito, encarregada de “identificar eventuais falhas” das autoridades e “apurar responsabilidades”.

O ministro das Finanças e porta-voz do governo apelou à população para “acreditar que estes passos estão a ser dados com a intenção séria de encontrar soluções duradouras para um problema que afeta todas as metrópoles da Índia”.

Os números oficiais mostram que cerca de 90 por cento dos mais de 250 mil crimes violentos registados em 2011 no país têm mulheres como vítimas.

Os seis homens acusados de violar a estudante e espancar o amigo desta num autocarro de Nova Deli encontram-se detidos. A rapariga está hospitalizada em estado grave.