Última hora

Última hora

Senado russo passa "Lei Antimagnitski"

Em leitura:

Senado russo passa "Lei Antimagnitski"

Tamanho do texto Aa Aa

Em Moscovo o Senado aprovou o projeto de lei que proíbe a adoção de crianças russas por parte de famílias dos Estados Unidos.

O texto que recebeu já o sim quase unanime da Duma é uma resposta à aprovação nos EUA da “Lei Magnitski”, que impõe restrições a funcionários russos implicados na morte do advogado que trabalhava na defesa dos direitos humanos.

A votação gerou uma onda de protestos frente ao Senado, em Moscovo, onde sete manifestantes foram detidos, cinco deles protestavam contra esta controversa lei, e outros dois a favor.

A “Lei Antimagnitski” foi criticada duramente pela oposição e gerou fortes discussões dentro do próprio governo.

A morte em prisão de Sergei Magnitsky, em dezembro de 2009, sem acusação formada chocou a comunidade internacional.

O presidente norte americano promulgou o texto no passado dia 16. Para além dos envolvidos no caso “Magnitsky”, a lei prevê a recusa de entrada nos Estados Unidos e congelamento de ativos de pessoas implicadas em violações dos Direitos Humanos na Rússia.