Última hora

Última hora

Médicos de Madrid em greve pela quinta semana consecutiva

Em leitura:

Médicos de Madrid em greve pela quinta semana consecutiva

Tamanho do texto Aa Aa

Os médicos de Madrid começaram a quinta semana de protestos contra a privatização de seis hospitais e 27 centros de saúde.

A medida faz parte do orçamento regional para o próximo ano que já foi aprovado e deve ser discutida na especialidade esta quinta feira no parlamento de Madrid.

Os médicos entretanto abandonaram as negociações com o executivo.
Os profissionais de saúde garantem que esta mudança vai prejudicar tanto quem trabalha nos hospitais como os pacientes.

O governo regional liderado pelo PP, partido de Mariano Rajoy, diz que a privatização vai reduzir custos, sem prejuízo dos doentes. Além disso, apresenta dados oficiais que mostram que cerca de 40 mil consultas médicos e 6 mil cirurgias não urgentes foram adiadas por causa deste protesto.