Última hora

Última hora

Antigo ministro grego suspeito de retirar familiares da "lista Lagarde"

Em leitura:

Antigo ministro grego suspeito de retirar familiares da "lista Lagarde"

Antigo ministro grego suspeito de retirar familiares da "lista Lagarde"
Tamanho do texto Aa Aa

Na Grécia, todas as atenções se concentram em George Papaconstantinou, ministro das Finanças entre 2009 e 2011, que deverá ser alvo de uma comissão parlamentar.

Isto porque há fortes indícios que apontam para a possibilidade de o antigo governante ter apagado nomes de familiares seus da famosa “lista Lagarde”. O documento, constituído na altura em que Christine Lagarde era responsável pelas finanças francesas, reúne cerca de 2 mil nomes de cidadãos gregos, detentores de contas bancárias na Suíça e suspeitos de evasão fiscal.

Papaconstantinou, entretanto expulso do Partido Socialista, garante que nunca interferiu com o conteúdo da lista, apesar de as autoridades gregas já terem confirmado que os nomes de membros da sua família foram, efetivamente, retirados.

Desde que a controversa lista foi entregue à Grécia, houve vários anúncios de investigações, mas ainda não foi apurada qualquer responsabilidade na justiça.