Última hora

Última hora

Ativistas italianas reagem contra o controverso padre de Lerici

Em leitura:

Ativistas italianas reagem contra o controverso padre de Lerici

Tamanho do texto Aa Aa

Não foi uma missa habitual a que decorreu em Carrara, no norte de Itália, este domingo. Mulheres de várias idades responderam ao apelo lançado pela antropóloga Alessandra Verdini e vieram protestar contra as polémicas declarações do padre Piero Corsi, da localidade vizinha de Lerici.

Afirmou esse homem da Igreja que são as atitudes provocadoras que as mulheres têm hoje em dia que motivam os casos de violência doméstica. Alessandra Verbini diz que se trata “de uma ideologia partilhada pela maior parte da Igreja Católica, e mesmo da sociedade. E essa é uma das causas por detrás da violência contra as mulheres, que constitui uma emergência em Itália.”

O padre em questão não se retratou publicamente das suas afirmações, que incluíam ainda argumentos como a negligência na cozinha e na limpeza da casa para explicar a violência masculina. A diocese a que pertence pediu-lhe para tirar um período sabático.