Última hora

Última hora

Esqui Alpino: Mazé cada vez mais perto do primeiro triunfo na Taça do Mundo

Em leitura:

Esqui Alpino: Mazé cada vez mais perto do primeiro triunfo na Taça do Mundo

Tamanho do texto Aa Aa

O slalom gigante de Soelden a 27 de outubro inaugurou a temporada feminina de esqui alpino. Ali se percebeu que este ano algo iria ser diferente.

Aos 29 anos Tina Mazé, cansada de ganhar só medalhas de prata e de ver Lindsey Vonn sempre no topo do pódio, começou a época determinada a vencer todas as provas técnicas, que são a sua grande especialidade. Assim foi: Mazé venceu na Áustria e colocou-se na liderança da Taça do Mundo. Até hoje, o primeiro lugar é seu.

Repetiu o triunfo em Aspen e viu-se ameaçada apenas em Lake Louise no Canadá, onde Vonn foi imparável na descida e venceu as três provas. Desde então, Mazé não voltou a permitir que a sua rival se intrometesse. A eslovena fez a dobradinha St. Moritz e atravessou a fronteira para triunfar em Franca pela primeira vez na carreira. Venceu em Courchevel e nas últimas quatro provas do ano, a eslovena esteve nos quatro pódios.

Mazé parece ser a única capaz de bater a tetracampeã do mundo. Lindsey Vonn e vai competir em Munique, no primeiro dia do ano, com uma confortável vantagem de 400 pontos sobre a segunda da geral Maria Hoefl-Riesch. É caso para dizer: salvo uma grave lesão, a primeira vitória da Taça do Mundo dificilmente escapará a Tina Mazé.