Última hora

Última hora

Somália: Reféns libertados já estão a caminho de casa

Em leitura:

Somália: Reféns libertados já estão a caminho de casa

Tamanho do texto Aa Aa

Os reféns resgatados aos piratas na Somália há mais de uma semana já estão a caminho de casa.
Após quase três anos de cativeiro, 22 membros da tripulação de um navio do Dubai, com pavilhão do Panamá, passaram a última semana em Bossaco, capital regional da Somália, antes de partirem para Nairobi, no Quénia, de onde serão repatriados.

Um polícia e três piratas foram mortos durante a operação de resgate em que mais três sequestradores foram presos e um número indeterminado fugiu, afirmaram as autoridades locais.

Um dos ex-reféns relatou o momento da libertação: primeiro foi a incerteza por não saberem o que estava a acontecer. Depois veio a satisfação de colocar os pés em terra pela primeira vez em 33 meses e saber que tinha chegado ao fim um cativeiro marcado por vários episódios de tortura e violência.

O navio com tripulação do Gana, Sudão, Iémen, Índia, Paquistão e Filipinas, foi sequestrado em março de 2010 no perigoso golfo de Aden, no Corno de África.

Durante os 33 meses de cativeiro, dois reféns morreram em circunstâncias ainda por esclarecer.

Os esforços conjuntos da comunidade internacional conseguiram reduzir para metade os ataques de piratas na região em 2012, mas ainda estão em cativeiro mais de 100 marinheiros.