Última hora

Última hora

Refugiados na Áustria em greve de fome

Em leitura:

Refugiados na Áustria em greve de fome

Tamanho do texto Aa Aa

14 estrangeiros em busca de asilo político decidiram entrar em greve de fome, contra as condições de um campo de refugiados na Áustria.

O grupo, de cerca de 40 pessoas, tinha construído um acampamento em Viena, desmantelado pela polícia, e está agora a dormir numa igreja.

Culpam a ministra austríaca do Interior, Johanna Mikl-Leitner, pela situação: “O governo não nos deu a resposta que queríamos. Por isso vamos continuar em greve de fome e, se alguém morrer, a responsabilidade é dos governantes”, diz um dos refugiados.

O grupo, oriundo do Paquistão e do Afeganistão, tem o apoio de vários austríacos, que se mobilizaram pela causa. A polícia não os pode expulsar da igreja sem o aval da diocese de Viena, que por enquanto aceita protegê-los.