Última hora

Última hora

República Centro Africana: rebeldes abrem porta ao diálogo

Em leitura:

República Centro Africana: rebeldes abrem porta ao diálogo

Tamanho do texto Aa Aa

A instabilidade na República Centro Africana pode estar perto do fim.

O grupo rebelde Seleka suspendeu a ofensiva em direção à capital e prometeu sentar-se à mesa das negociações no Gabão.

Uma decisão tomada depois dos Estados vizinhos da República Centro-Africana terem reforçado a presença militar no país para evitar a queda do presidente.

Os rebeldes insistem numa transição política que exclua François Bozize, que acusam de não ter cumprido os acordos de paz assinados entre 2007 e 2011.

O chefe de Estado diz estar disposto a abandonar o poder mas apenas em 2016, ano em que termina o atual mandato.

A tensão naquele que é considerado um dos países mais pobres do mundo aumentou em dezembro quando os rebeldes assumiram o controlo de várias regiões.

O recuo ocorre numa altura em que o grupo se encontra às portas da capital, Bangui, uma cidade com mais militares que nunca.