Última hora

Última hora

Venezuela: tomada de posse de Chávez poderá ser adiada

Em leitura:

Venezuela: tomada de posse de Chávez poderá ser adiada

Tamanho do texto Aa Aa

Quem o diz é o Vice presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, que afirma que Chavez poderá ser empossado pelo Supremo Tribunal em data posterior a 10 de janeiro.

A oposição contudo defende que a ausência de Chávez no próximo dia 10 na Assembleia Nacional equivale a uma demissão.

O presidente venezuelano permanece em Cuba onde no passado dia 11 de dezembro foi submetido a mais uma intervenção cirúrgica para travar o progresso de um cancro.

Após a operação, a situação ter-se-ia agravado devido a uma infeção respiratória.

Enquanto se aguardam desenvolvimentos quanto ao estado de saúde de Chavez, este sábado tem lugar a eleição do presidente da Assembleia Nacional.

Os especialistas dão como certa a re-eleição de Diosdado Cabello, chefe militar e aliado próximo de Chávez.

Nos 14 anos desde a subida de Chávez ao poder, Cabello ocupou a vice-presidência, liderou vários ministérios e desempenhou outros cargos no governo.

Em 2002, após uma tentativa de derrube de Chávez, Cabello ocupou a presidência durante um dia.

No início de dezembro, Chávez quebrou o impasse designando o vice-presidente, Nicolas Maduro, como o seu sucessor.