Última hora

Última hora

Depardieu: um exilado fiscal francês com passaporte russo

Em leitura:

Depardieu: um exilado fiscal francês com passaporte russo

Tamanho do texto Aa Aa

A “revolta fiscal” de Gérard Depardieu foi ontem premiada com um passaporte russo.

O ator francês reuniu-se com Vladimir Putin, na residência de férias do chefe de estado, em Sotchi, que lhe concedeu oficialmente a nacionalidade russa.

As imagens foram divulgadas esta manhã pelo Kremlin, que sublinha que o encontro decorreu a título privado.

A Rússia e a sua taxa de impostos para os mais ricos a apenas 13%, passa assim a ser a nova pátria do exilado fiscal francês.

O ator e apoiante do antigo presidente francês Nicolas Sarkozy, prossegue assim a revolta contra a decisão do governo socialista de aplicar um imposto de 75% aos rendimentos superiores a um milhão de euros.

Depardieu tinha primeiro batido à porta do governo belga antes de Moscovo oferecer-lhe a nacionalidade russa.

Um convite retribuído com o elogio do ator ao que chamou um “grande país democrático”.