Última hora

Última hora

Ancara está a negociar fim do conflito armado entre curdos e turcos

Em leitura:

Ancara está a negociar fim do conflito armado entre curdos e turcos

Tamanho do texto Aa Aa

É oficial. Ancara admite estar a negociar com o Abdullah Ocalan, líder do PKK, o fim do conflito armado entre curdos e turcos que dura há mais de 30 anos.

O dirigente independentista curdo foi detido em 1999 e condenado a prisão perpétua depois de abolida a pena de morte na Turquia.

O regime de isolamento em que vivia na ilha de İmrali parece ter chegado ao fim. Primeiro com a visita de dois deputados do principal partido pró-curdo Paz e Democracia e mais tarde do chefe dos serviços secretos.

Um analista considera que a visita do responsável da Agência de Inteligência turca, quer pela posição hierárquica na organização como pela proximidade ao primeiro-ministro, ilustra a seriedade com que as negociações estão a ser encaradas. O facto de o governo estar diretamente envolvido – adianta – dá também uma maior credibilidade às negociações.

A população apoia a mudança de tática do governo turco que decidiu passar ao diálogo.

Só no ano passado foram mortos mais de 1400 elementos do Partido dos Trabalhadores do Curdistão.